Relacionamentos

Existem 2 tipos de relacionamento. Um é o que você gosta mais da pessoa amada do que ela de você (1), e o outro é o que a pessoa amada gosta mais de você do que você dela (2).

Esta é uma análise bem racional e realista. Analisando alguns relacionamentos meus e de conhecidos, e conversando com alguns amigos verifiquei que esta é uma verdade incontestável. Bom, se você não concorda, provavelmente o seu relacionamento é o 1o tipo – você gosta mais da outra do que ela de você.

É sempre aquelas velhas reclamações – quem eu quero não me quer e quem me quer eu não quero. Porque eu sempre corro atras das pessoas erradas? Existe a metade da minha laranja? Como se mede se eu gosto mais do que ela do que ela de mim?

Pra mim é bem simples. Se eu tenho dúvidas, estou no 2o tipo de relacionamento, senão tenho, estou no 1o tipo. É muito gostoso quando os dois não têm dúvidas, ai chegamos num relacionamento equilibrado. Nesse caso saem os ‘casamentos’ e uniões que são duradouros e felizes. Quando a união não é por comodidade ou interesse, ela deve ser sempre quando não há dúvidas. Não recomendo ninguém a se “amarrar” por falta de opção. Se você pensa – ah, eu não vou achar ninguém melhor pra mim, é melhor eu ficar com ela. Ela me faz bem, e gosta de mim. – Eu não concordo muito, já que se você pensa assim, não tem certeza de que ama esta pessoa o suficiente pra envelhecer ao seu lado.

O que faz um relacionamento dar certo? Sexo? Cumplicidade? Respeito? Afinidades? Eu diria que existem três pontos básicos em todo relacionamento – sexo / atração física, sentimentos / amor e afinidades / intelecto. É preciso um certo equilíbrio nesses pontos para uma relação dar certo. Não adianta ter muito só 1 ou 2 porque é preciso que o tripé esteja equilibrado. As relações que costumam durar mais são aquelas onde o intelecto e o sentimento falam mais alto que a atração física. Normalmente uma relação que começa só com atração física e depois o sentimento ou o intelecto não batem, é uma relação sem futuro.

Algumas pessoas que conversei disseram que preferem relações do tipo 2, porque pra ela é bem mais confortável ter alguém muito fiel e que se dedique. Já as relações do tipo 1 são mais complicadas, porque elas não gostam de estar apaixonadas. É muita informação pra cabeça processar quando o coração está a todo vapor. Eu já penso o contrário. Sou viciado nas loucuras do coração. Eu não gosto de me envolver quando não existe algum ponto de ligação. É claro que estou falado de compromissos monogamicos duradouros – namoro, e por ai vai.

E a metade da laranja? A tampa da panela? Seria o tipo 3 de relacionamentos? Acho muito difícil de achar alguém que esteja tão apaixonado por você quanto você dela, ou vice-versa. E sempre tem algum impecílio no caminho. O mais normal é o timing. As vezes as pessoas certas se encontram, mas na hora errada. Mas isso é assunto pra uma outra hora.

amf – 02.02.2006

Ouvindo: Poney Part 1 – Vitalic

12 Comments »

  1. dani said,

    May 31, 2006 @ 11:28

    Absolutamente certo. De qq forma eu acredito que ter alguém é muito bom, porém nascemos e morremos sozinhos. Ninguém faz isso com a gente ou pela gente. Portanto não entregue sua felicidade na mão de ninguém. Ela é só sua. Sua felicidade só depende de vc.

    É isso que penso.

  2. Kike said,

    May 31, 2006 @ 11:29

    Verdades incontestáveis, eu admito, mesmo detestando todas elas.

  3. Wilka said,

    May 31, 2006 @ 11:30

    Puxa! que análise você fez hein?!
    Huuuummmm..em algumas passagens você usa de muita exatidão pra argumentar. E faz comparativos…
    Não vou dizer que devamos deixar de ser racionais só porque estamos apaixonados e os apaixonados sempre cometem loucuras ou algo parecido, mas na boa? eu parei de tentar racionalizar meus sentimentos. Agora eu danço conforme as batidas do meu coração e se eu cair, ou tropeçar e me machucar ou me envolver com as pessoas erradas ou não querer me envolver, enfim… eu tô querendo mais é correr os riscos. Porque prefiro pecar por ousar do que me omitir.
    E só saberemos se a pessoa é a certa ou não se nos permitirmos a conhecer esse famoso tripé que vc citou. E eu já falei demais 😛

    bjim

  4. Onã said,

    May 31, 2006 @ 11:30

    já vivi as duas: a segunda é muito, mas muito melhor, não resta dúvida. vc não sofre. na primeira, quase morre.

  5. Renata said,

    June 12, 2008 @ 10:45

    concordo Ona!! a segunda e muito melhor
    se estiver com a pessoa certa, com a tampa da panela, otimo. caso contrario, nao sofrera tanto.

    amf, sera q gostaria de publicar seus textos em um site de relacionamentos, onde teria um link para o seu blog??

    Bjo

  6. netinho said,

    July 12, 2008 @ 19:21

    pq sera ?? ( amor )

    assim uma pirata mim robou…
    robou meu coracao depois se foi nen sei pq ^^
    se tudo entra agente era quase perfeito ^^
    comecei a da valor as coisas q eu nunca dava
    como eu ta aki agora em casa no meu pc escutando
    bob marley ( redemption song )com aquela eva milagrossa

    sera q vcs mulheres querem demas ou falam demas i naum curte o som ?

  7. netinho said,

    July 12, 2008 @ 19:21

    netinho
    olega_neto@hotmail.com

  8. Equipe Blog Falando de Amor said,

    December 1, 2008 @ 11:30

    Excelente texto, vocês estão de parabéns!

    Para ler mais sobre o assunto, nos visite!

    http://amor.be2.com.br

  9. camila said,

    January 29, 2009 @ 12:18

    na verdade to em dúvida se devo terminar meu reacionamento justamento pq tenhu medo de icar sozinha,tipo nosso beijo e corpo se completam….mas as opiniões são muito diferentes!!brigamos por tudo e geralmente pq sou muito rabugentinha…sei la to muito confusa se devo terminar ou ñ!!~sei q me acustumei com ele e acho q ñ vou achar alguém q goste de mim como ele diz q gosta,no começo do nosso namoro era mais especial,mas agora ja ñ tem os mesmos valores!!

  10. Agencia de Midia Digital said,

    February 23, 2009 @ 11:34

    Concordo que a maioria dos relacionamentos seguem essa regra básica sim mas, como toda regra tem excessão acredito em relacionamento em que, simplesmente, as 2 pessoas se amem tanto quanto!
    Talvez seja necessário passar pela fase do 1 amar mais mas é completamente possível o sentimento do outro crescer a ponto de ‘alcançar’ o do outro e daí ficar equilibrado, saudável e lindo…

  11. Amanda cirqueira orlande said,

    May 13, 2011 @ 19:48

    É verdade

  12. seo services said,

    April 29, 2012 @ 02:12

    /Joe Morgand

RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

Leave a Comment