Derretendo

Derretendo no mais puro extase
Derramando suas vontades, verdade
Um transe único e interminável
Amor, paixão, sedução

Os corpos se tocam e fervem
Fluindo. Indo e vindo
O calor, a sede, a vontade

Sem pudor e sem medo
Os olhos se cruzam
E se entendem. Sincronizados

A respiração já é uma só
No compasso dos sentimentos
Tudo tão louco e tão profundo
Medo, prazer, cheiros, gostos

E quando tudo parece explodir em um mar de insanidade
Desespero, descontrole! Paz, eternidade…

amf 19.01.2006

Ouvindo: Come Into My World – Fischerspooner

2 Comments »

  1. Ju said,

    May 31, 2006 @ 11:44

    achei …
    eu achei
    agora nunca mais não vou ter nada pra fazer.

  2. Anonymous said,

    August 9, 2006 @ 12:19

    Um poetero nato! hauehuahueaheu
    Mandou bem AMF!

RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

Leave a Comment