Archive for March, 2004

107955684019802686

Eu gosto…

Hoje estava pensando sobre coisas que eu gosto ou desgosto, mas que quase sempre passam desarpecebidas por mim. Coisas que fa�o no automaticamente e �s vezes s� fico sabendo porque algu�m me conta ehehehehe A lista n�o est� na ordem de prefer�ncia, mas na ordem em que fui lembrando.

Eu gosto de…

  • um abra�o gostoso daqueles que encaixa pesco�o com pesco�o
  • bater no fundo de um copo cheio de algum l�quido mais denso que �gua – o som que produz � muito massa
  • tomar banho de noite com a porta do banheiro aberta e todas a luzes apagadas, e ficar olhando pra porta e imaginando vultos passando
  • aprender a gostar de uma coisa que eu n�o gosto – ???
  • conversar com crian�as e idosos
  • tirar fotos
  • namorar
  • beijar na boca de levinho, como se a outra pessoa fosse de casca de ovo e qualquer press�o a quebre
  • ouvir m�sica
  • ficar com meus amigos
  • fazer as coisas de modo nada tradicional
  • viver de modo surreal
  • conhecer novas pessoas
  • sorvete – � o �nico doce que como compulsivamente
  • tocar viol�o
  • aprender coisas novas
  • desafios
  • de um olhar apaixonado
  • ser explicito e dizer o que penso literalmente sem rodeios
  • um relacionamento transparente
  • fazer yoga
  • (a) cultura japonesa
  • simplicidade/minimalismo

Eu na� gosto de…

  • ficar com unhas grandes
  • acordar cedo, com frio, ir tomar banho e descobrir que a �gua quente acabou
  • doces em geral – exceto sorvete
  • fazer sempre a mesma coisa da mesma maneira
  • ser injusti�ado
  • achar uma pedra no feij�o enquanto mastigo – crack!
  • ressaca
  • frescura
  • pessoas falsas que n�o tem coragem de assumir o que fazem
  • quando ‘arrumam’ minhas coisas e na verdade mudam tudo de lugar e acaba ficando bagun�ado pra mim
  • quando pegam minhas coisas, n�o tomam cuidado e danificam

Comments (2)

107945971220287975

Do you believe in magic?

� interessante como hoje em dia as pessoas se esquecem de ver as pequenas coisas da vida. Estamos todos sempre com tanta pressa que n�o temos mais tempo pra coisas boas da vida. Um por do sol, um c�u azul, a lua cheia… ser� que lembramos de olhar pra cima de vez em quando? Estamos sempre olhando pra frete, pra subir na vida, pra ganhar mais dinheiro, pra ser melhor; e nos esquecemos de coisas que devem ser contempladas.

S�o em pequenos detalhes que as coisas grandes s�o constru�das ou destru�das. S�o as pequenas intrigas que de gota em gota enchem o copo d’�gua. S�o as sutilezas de um apaixonado que conquistam sua amada. De vez em quando somos pegos por filmes que nos fazem ver essas coisas. Um exemeplo? Amelie � um �timo exemplo!! Al�m da fotografia muito foda, ele � um “happymovie” que te faz ver as pequenas coisas da vida. � claro que tem gente que n�o liga pra esse tipo de “futilidade”, que isso � coisa de crian�a ou que n�o tem tempo pra perder com essas besteiras… mas cada um � cada um ehehheheh

Se voc� tiver a oportunidade de parar um minuto e observar as coisas � sua volta, tenho certeza de que vai se surpreender. Olhe o lugar onde trabalha, observe a vista da janela, as pessoas que passam na rua, correndo como formigas num formigueiro. Entender como as coisas funcionam, compreender que voc� est� lidando com pessoas que tamb�m t�m problemas como voc� e que tentar se colocar no lugar delas de vez em quando. Observe o caminho que voc� faz de volta pra casa. Quem anda de �nibus deve ter mais oportunidade de fazer isso, j� que n�o precisa prestar aten��o no transito o tempo todo, mas n�o viage muito pra n�o dar mole com a sua bolsa! eheheheh

Gosto muito de observar e aprender com as crian�as e os mais velhos. Conversar com eles, entender seus pontos de vista. � muito gostoso. � importante se desligar da histeria da rotina di�ria de vez em quando. Olhar seu cachorro brincando com um peda�o do pano de ch�o, o passarinho tomando banho na �gua, a formiga carregando a folha…

E o que mais gosto � de “colecionar” o gosto das pessoas. N�o que eu fa�a isso conscientimente, mas costumo guardar muitas coisas sobre as pessoas com quem convivo um certo tempo. Consigo esquecer o que comi ontem, mas n�o esque�o o que fazer pra agradar um amigo. E essas coisas pra mim s�o m�gica! M�gica de voc� transformar um momento triste em alegria, uma cara feia em um sorriso, contagiar quem est� em volta, ajudar um desconhecido, elogiar um ente querido. S�o coisas m�gicas que j� n�o vemos muito mais hoje em dia, mas que fa�o quest�o de sempre t�-las comigo.

Ao som de Harder, faster – Daft Punk

Comments

107935724151285775

Amor e sexo

Um texo muito bom que recebi por e-mail hoje cedo.

O problema do amor � que dura muito, j� o sexo dura pouco…

� quase imposs�vel n�o gostar da m�sica “Amor e Sexo”, cantada pela Rita Lee. Quem j� se deu ao trabalho de conferir sabe que a can��o � dela, do Roberto de Carvalho e do Arnaldo Jabor. Como? Arnaldo Jabor compositor? Esse cara t� em todas! � cineasta, ator, escritor e, agora tamb�m, compositor. Joga em v�rias posi��es e consegue ser genial em todas, embora eu nem sempre concorde com ele.

Acontece que o Jabor n�o sentou com a Rita e o Roberto para fazer a m�sica.. Ela, na verdade, se inspirou em uma cr�nica dele para compor Amor & Sexo e, mais do que corretamente, lhe deu o cr�dito como co-autor da m�sica. Para quem ainda n�o conhece, segue abaixo a cr�nica do Arnaldo Jabor.

“Amor � propriedade. Sexo � posse. Amor � a lei; sexo � invas�o. O amor � uma constru��o do desejo. Sexo n�o depende de nosso desejo; nosso desejo � que � tomado por ele. Ningu�m se masturba por amor. Ningu�m sofre com tes�o. Amor e sexo, s�o como a palavra farmakon em grego: rem�dio ou veneno – depende da quantidade ingerida.

O sexo vem antes. O amor vem depois. No amor, perdemos a cabe�a, deliberadamente. No sexo, a cabe�a nos perde. O amor precisa do pensamento. No sexo, o pensamento atrapalha. O amor sonha com uma grande reden��o. O sexo sonha com proibi��es; n�o h� fantasias permitidas. O amor � o desejo de atingir a plenitude. Sexo � a vontade de se satisfazer com a finitude. O amor vive da impossibilidade – nunca � totalmente satisfat�rio. O sexo pode ser, dependendo da posi��o adotada. O amor pode atrapalhar o sexo. J� o contr�rio n�o acontece. Existe amor com sexo, claro, mas nunca gozam juntos.

O amor �! mais narcisista, mesmo entrega, na ‘doa��o’. Sexo � mais democr�tico, mesmo vivendo do ego�smo. Amor � um texto. Sexo � um esporte. Amor n�o exige a presen�a do ‘outro’. O sexo, mesmo solit�rio, precisa de uma ‘m�ozinha’.

Certos amores nem precisam de parceiro; florescem at� na maior solid�o e na saudade. Sexo, n�o – � mais realista. Nesse sentido, amor � uma busca de ilus�o. Sexo � uma bruta vontade de verdade. O amor vem de dentro, o sexo vem de fora. O amor vem de n�s. O sexo vem dos outros. ‘O sexo � uma selva de epil�pticos’ (N. Rodrigues). O amor inventou a alma, a moral. O sexo inventou a moral tamb�m, mas do lado de fora de sua jaula, onde ele ruge.

O amor tem algo de rid�culo, de pat�tico, principalmente nas grandes paix�es. O sexo � mais quieto, como um caub�i – quando acaba a valentia, ele vem e come. Eles dizem: ‘Fa�a amor, n�o fa�a a guerra’. Sexo quer guerra. O �dio mata o amor, mas o �dio pode acender o sexo. Amor � ego�sta; sexo � altru�sta. O amor quer superar a morte. No sexo, a morte est� ali, nas bocas. O amor fala muito. O sexo grita, geme, ruge, mas n�o se explica.

O sexo sempre existiu – das cavernas do para�so at� as ‘saunas relax for men’. Por outro lado, o amor foi inventado pelos poetas proven�ais do s�culo XII e, depois, relan�ado pelo cinema americano da moral crist�.

Amor � literatura. Sexo � cinema. Amor � prosa; sexo � poesia. Amor � mulher; sexo � homem – o casamento perfeito � do travesti consigo mesmo. O amor domado protege a produ��o; sexo selvagem � uma amea�a ao bom funcionamento do mercado. Por isso, a �nica maneira de control�-lo � program�-lo, como faz a ind�stria da sacanagem. O mercado programa nossas fantasias.

N�o h� ‘saunas relax’ para o amor, onde o sujeito entre e se apaixone. No entanto, em todo bordel, finge-se um ‘amorzinho’ para iniciar. O amor virou um est�mulo para o sexo.

O problema do amor � que dura muito, j� o sexo dura pouco. Amor busca uma certa ‘grandeza’. O sexo � mais embaixo. O perigo do sexo � que voc� pode se apaixonar. O perigo do amor � virar amizade. Com camisinha, h� ‘sexo seguro’, mas n�o h� camisinha para o amor.

O amor sonha com a pureza. Sexo precisa do pecado. Amor � a lei. Sexo � a transgress�o. Amor � o sonho dos solteiros. Sexo, o sonho dos casados.

Amor precisa do medo, do desassossego. Sexo precisa da novidade, da surpresa. O grande amor s� se sente na perda. O grande sexo sente-se na tomada de poder.

Amor � de direita. Sexo, de esquerda – ou n�o, dependendo do momento pol�tico. Atualmente, sexo � de direita. Nos anos 60, era o contr�rio. Sexo era revolucion�rio e o amor era careta”.

(Coment�rio sobre a cr�nica de Jabor recebida sem autoria)

Comments

crisesCarência

Um amigo uma vez me disse: “Quem te conhece que te compre”. Então pra quem tiver interesse, vai aí a bula do amf!

Quem sou eu?

Comentários em itálico.

Dados Pessoais

Nome: amf
Data de nascimento: 05/03/1979
Hora: 01:00
Cidade: Brasília
Estado: DF
País: Brasil
03w00 – 16s11 – 044w25

Elementos

Fogo (entusiasmo) Carência – 2 pontos

Aquela centelha responsável em nos fazer vibrar diante da vida é uma coisa que lhe falta. Para que isto possa ser amenizado, você precisa se entusiasmar e comemorar mais as coisas, de modo que encha o seu coração de calor, aquecendo-se interiormente para poder transpirar e contagiar aqueles que estão ao seu lado. Festeje a vida, celebre os bons momentos e inflame as coisas, isto trará mais brilho e alegria para o seu cotidiano! [realmente preciso de um estímulo externo pra isso acontecer]

Terra (praticidade) Carência – 1 pontos

Se você tem aspirações e ideais, deve saber o quanto é importante trazê-los à terra e realizá-los. Acontece que, com tão pouca terra em seu mapa, fica lhe faltando a consistência e o senso prático necessários. É importante não esquecer que vivemos em um mundo material e desprezar ou ignorar esta realidade é negar uma parte de nossa natureza. Cuidado para não perder a noção da realidade! [esse sou eu. é muita “falta de sem noção” pra uma pessoa só eheheh] Desenvolva mais em você a coerência e dê mais atenção às coisas práticas da vida. [coerência? o que é isso?] É através de bases sólidas que você poderá construir o que deseja!

Ar (pensamento) Equilíbrio – 3 pontos

Você tem o pique ideal para desenvolver a vitalidade do seu pensamento. Este equilíbrio intelectual é um grande trunfo para que consiga articular suas idéias e aprender aquilo que precisa, sem ser racional demais. [tudo tenho que racionalizar. o problema é que tento racionalizar os sentimentos… aí fica tudo complicado] Aproveite o potencial procurando estar antenado com o mundo e mantendo sua sede de conhecimento saciada.

Água (emoção) Excesso – 4 pontos

Você não tem a menor dificuldade em deixar o seu sentimento rolar, permitir que ele tome conta e transborde em seu coração, mesmo quando corre o risco de ser afogado por eles. Grande parte da sua compreensão do mundo é baseada nas emoções e, sem elas, você sente a vida desprovida de qualquer encanto. [opa! cade a mágica das coisas?] A capacidade de deixar os sentimentos virem à tona é uma das suas grandes forças, mas cuidado com as enchentes! [a lua em gêmeos não ajuda muito… acabo sempre afogado nas enchentes emocionais] Sinta com toda a sua intensidade, mas não deixe que isto turve sua visão para os outros setores do seu cotidiano.

Ritmos

Impulsivo Carência – 3 pontos

Se há uma coisa que você precisa é uma boa dose de energia e impulso para começar e arriscar no novo. Não tenha tanto medo de se lançar ao mar e viver uma aventura, ainda que se corra certo risco. [gosto de correr riscos. adoro aventuras e sou apaixonado por conhecer novas pessoas] Vá mais à frente, ouse, arrisque e não detenha todos os seus barcos por segurança. Pelo menos uma vez em cada semestre se permita agir por impulso, sem medos, com coragem e ousadia. [a racionalização não deixa que eu faça as coisas sem pensar… acabo pensando demais e agindo de menos :S]

Fixo Carência – 2 pontos

Uma das coisas que você mais precisa aprender para estar equilibrado é dar continuidade àquilo que começou, porque tudo no mundo precisa de um enraizamento para estar firme. [isso realmente é um problema sério que eu tenho… começo um mundo de coisas e não finalizo todas] Você pretende só dar início às coisas ou ficar pulando de galho em galho sem segurar nem conservar nada em sua vida? Como dica, procure persistir mais, agarrar mais as coisas e não desistir ao primeiro obstáculo. Seja mais consistente e teimoso, tentando fixá-las e conservá-las por mais tempo.

Mutável Excesso – 5 pontos

Você possui uma capacidade acima da média para modificar as coisas que já não estão lhe satisfazendo. Readaptar, provocar modificações, ser maleável e flexível são palavras bastante familiares à sua natureza e ainda por cima têm um excelente poder de associação, juntando fatos e idéias. [faço da mutação uma meta pra mim. muitas vezes até em coisas simples como uma coisa que não me agrada o paladar, eu costumo me fazer gostar daquilo ehehehe e é engraçado como funciona em vários aspectos da minha vida. acho que você sabe que ficou velho, quando você perde a capacidade de mutação] Aproveite essa sua capacidade para reciclar aquelas áreas da sua vida que já não estão mais funcionando bem, sejam elas afetivas, profissionais, financeiras ou de qualquer outra ordem.

Perfil básico

Sol em Peixes

A consciência pisciana é sutil e sensível. Sem se deter em ponto nenhum, ela capta a impressão geral das situações. Dono de uma mente maleável, você ajusta a visão e o foco dependendo de cada momento, como a lente de um fotógrafo. [opa! gostei da analogia eheheh] Você tem a clareza de enxergar poeticidade em momentos que podem até parecer banais para os outros. [sempre!] Para não ficar tateando no escuro, é importante não perder o sentido do Sagrado na sua vida, pois é através de sua Fé que você brilha.

Lua em Gêmeos

Você precisa unir os lados opostos que existem em você para sentir-se seguro emocionalmente. A amizade também é fundamental para que você possa nutrir as suas necessidades emocionais. Estar seguro com seus sentimentos significa criar laços, cativar e ser cativado pelas pessoas que estão ao seu redor, mesmo que sejam opostas a você. O sonho e a magia do seu mundo afloram quando você percebe que não precisa excluir nenhum dos lados de uma moeda: eles são complementares, tal como o dia é a da noite. [é duro tentar lutar contra minha natureza. “um dos maiores erros do homem é tentar ignorar sua natureza”]

Ascendente em Capricórnio

Para orientar-se e acender novamente a sua chama , você utiliza os conceitos simbolizados pelo seu signo ascendente. Em Capricórnio, você precisa estar inteiro no que realiza e tomando a praticidade como alavanca para atingir o máximo de si mesmo. Seu impulso inicial diante da vida é buscar a plenitude e a abundância. [acabo exagerando na abundância…] Quando estiver perdido, oriente-se por este caminho, sempre no sentido de escalar com firmeza a sua montanha.

Ao som de We Know How to Have Fun – Adult.

Foto

Comments

107927958595949907

Blahhhhhhh!

Domingo derrota. Ressaca e dor de cabe�a. Quero �gua… ehehhe O neg�cio est� ficando “tenso”. Tenho que voltar pro meu treino amanh�. Deixei a academia paga at� o meio do ano e j� fazem 3 meses que eu n�o apare�o.

Outra coisa que eu tenho que aprender � parar de criar expectativas onde n�o existe nada ainda… Sempre que fa�o isso quebro a cara! Ent�o mais uma vez estou aqui, brokenface ahahahhahahh Mas � assim que se aprende mesmo.

Mais uma coisa � eu aprender a n�o gerar expectativas nos outros… bom, t� bom demais de lamenta��o por hoje! 😛 Estou � carente…

Ao som de Shiver – Coldplay.

Comments (2)

107919082046636090

Grande mundo digital

Hoje vou falar um pouco sobre como eu vejo a transforma��o do nosso mundo anal�gico para o digital. Esse tema faz parte da minha monografia de MBA em Gest�o de Sistemas de Informa��es. Cada vez mais, as coisas est�o acontecendo mais r�pido em nossas vidas. Hoje voc� entra na internet e tem acesso a um mundo de informa��es que a 10 anos atr�s era preciso conhecer contatos em outros pa�ses e falar outros idiomas. As not�cias nos s�o passadas quase que em tempo real e a sede de informa��o cresce sempre. Isso tudo � maravilhoso, voc� poder estudar alem�o em casa, ler not�cias do Jap�o em seu computador, pegar uma receita Francesa para um jantar requintado, saber das �ltimas novidades da moda na Europa. Mas como tudo “� bom, mas � ruim” temos de ver os dois lado da moeda…

Ainda temos no mundo muita desigualdade social e o �ndice de analfabetismo � grande, imagine uma pessoa que n�o sabe escrever o pr�prio nome usando um computador. Esse abismo digital tende a crescer cada vez mais. O mercado de trabalho est� sempre mais e mais exigente e diploma de n�vel superior n�o � mais diferencial, � pr�-requisito. O acesso � informa��o digital acaba sendo privil�gio de poucos e isso contribui para o crscimento do abismo.

Voltando para o nosso dia-a-dia, acontece algumas vezes de eu conhecer uma pessoa pela internet, conversar com ela durante anos, criar intimidade com ela, e quando finalmente vou conhec�-la ao vivo parece tudo diferente. Ficamos sem assunto, ou aquela intimidade n�o � a mesma coisa do que pelo teclado e me sinto meio desconfort�vel at�. Fico filosofando o porque disso. � claro que quando voc� conhece algu�m ao vivo � outra coisa, o simples fato de voc� olhar no olho da pessoa e ver o que realmente ela est� pensando � uma coisa que eu n�o abro m�o nunca.

Outros pontos interessantes a se pensar:
�fotograria – foto digital x foto com filme. Pra mim a �nica vantagem da digital sobre o filme � o custo, mas mesmo assim eu n�o tenho inten��o com comprar uma camera digital eheheh O filme tem uma m�gina pra mim que � o gostinho de saber que voc� participou daquela cria��o, e influenciou diretamente no resultado, e esse resultado � irrevers�vel, n�o h� como mud�-lo. � definitivo. A foto digital pode ser manipulada para se conseguir efeitos, e distorcer o que foi captado pelo fot�grafo. Voc� perde a magia do momento que a foto foi tirada.

�relacionamentos – ser� que os relacionamentos de hoje est�o ficando t�o vol�teis como um arquivo que pode ser simplismente deletado sem deixar rastros? As pessoas est�o t�o superficiais que comprometimento e respeito n�o existem mais no vocabul�rio delas? �s vezes acho que sou piegas e antiquado, mas num relacionamento � importante o respeito e a amizade.

�voc� j� recebeu uma carta? – eu �s vezes pergunto isso pras pessoas, e tem gente que nunca escreveu nem recebeu uma carta ehehehhe

�celular – coleira digital?

Comments (1)

107910223270821705

Preciso tomar cuidado… Ontem chegando do trabalho 23h n�o resisti e voltei pro computador pra instalar o sistema de comments eheheh Fiquei acordado at� 01h terminando, mas acho que ficou bom. Ainda precisa da alguns ajustes, mas t� demais.

Essa aqui do lado � minha gata vira-latas. O nome dela � Bela. Tenho mais outro gato, � um siam�s castrado com um nome homosexual – Fifo – ou pra quem � da �rea de tecnologia o nome dele � uma sigla (Fisrt In Fisrt Out eheheh). Gosto de fotos tiradas do ch�o, n�o gosto muito das tradicionais fotos posadas. Costumo mostrar meu ponto de vista nas minhas fotos. Esse � um dos motivos de porque eu gosto tanto de fotografar. E com a compra da minha nova camera – uma Lomo – eu consigo levar a fotografia pro dia-a-dia. Se voc� gosta de fotografar, compre uma camera compacta de filme (digital perde a gra�a… n�o tem a magia do mundo anal�gico, mas isso � assunto pra um outro post) e m�os � obra!

Comments (3)

107904737092248917

Bom, acho que j� est� com cara de blog e j� posso come�ar a postar de verdade.

Criei este espa�o em Nov/2003 e s� agora criei coragem pra come�ar a usar de verdade essa ferramenta geek chama Blog 😉

Estou no trampo at� agora… Esse fim de semana vai ser punk. O site novo tem que entrar no ar segunda (15/03), ent�o vamos ralar!! � bom pra matar a saudade dos tempos de Ag�nciaCLICK eheheheh. Deixa eu voltar pro trabalho ent�o. No fim de semana eu implemento o sistema de comment’s j� que aqui no trabalho n�o tenho acesso a ftp pra colocar os arquivos no meu servidor.

Gostaria de lembrar tamb�m que n�o gosto muito de escrever e nem sempre estou com saco pra isso, mas em compensa��o eu adoro tirar fotos e as fotos v�o falar por mim muitas vezes.

Comments (1)

« Previous Page « Previous Page Next entries »